Que o amor é como o mar: 

sendo infinito

espera ainda em outra água se completar...





(Mia Couto )
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!