- Por que é que julgas que eu nunca choro? 

- Tu não morres o suficiente para poder chorar. 



Jack Kerouac
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!