Todos os caminham levam à morte. 

Perca-se.




Jorge Luís Borges
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!