tens os dedos fechados
do frio que não faz
e isso é difícil de amar



andreia c. faria
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!