Há a silenciosa linguagem 

de fazer amor - 

A descoberta da carne - 

o erótico

O abrir de portas a palavras e prazer
Momentos em que o tempo pára e tudo o resto começa
As palavras não devem ser só preliminares
A língua não existe apenas para falar




E. Ethelbert Miller
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!