Encontrei uma fotografia nossa dos tempos felizes. 
Estava dentro de um livro que me ofereceste. 
A marcar a passagem que mais me doeu. 
E não pude deixar de sorrir. 
Foi um crime minúsculo, já o sabemos.
 Ainda assim: perdoas?




Fiama Hasse Pais Brandão

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!