mais ou menos perfeitos, mais ou menos
geométricos. 

construo sempre mundos
à altura dos piores pesadelos




Amalia Bautista
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!