Cruza sobre mim 
As pontas do vento 
E orienta-as a sul...







Ana Paula Tavares
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!