Não quero contar histórias, porque história é excremento do tempo;

 Queria dizer-lhes é que somos eternos, eu, Ofélia e os manacás.






 Adélia Prado
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!