depois de um certo tempo, você começa a amar as coisas que têm, e para de ressentir-se daquilo que nunca teve



Wiliiam Leal
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!