Sobre ontem à noite....


Dissolver 
lentamente na boca 


Saborear 
como um aperitivo


O pânico 






Rui Caeiro
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!