"Não sei se é dormindo ou alheado que estou:


Sei que estou sentindo a boca sorrindo


aos sonhos que sou."






(Fernando Pessoa)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!