E por que haverias de querer minha alma 
Na tua cama?


Hilda Hilst,
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!