quinta-feira, 21 de janeiro de 2016


Todos os meus tantos são teus, todos enquantos. 

Todos os meus santos ateus, desde quando nosso encantamento feneceu. 

Finjo-me anjo, orfeu, alivio o alvoroço com cuidado teu.





O Teatro Mágico, 
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...