sábado, 23 de janeiro de 2016


Linhas paralelas se encontram no infinito. 
O infinito não acaba. 
O infinito é nunca. 
Ou sempre. 






(( Caio F. Abreu))
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...