Saudade vive onde algo foi...


* Pe. Fábio de Melo *
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!