"A noite - enorme,
 tudo dorme, 
menos teu nome".


Paulo Leminski
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!