Tu és o encoberto lado da palavra que desnudo.



Mia Couto.


**as vezes, pelas mãos...
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!