Quem conheceu o delírio dificilmente se habitua à antiga banalidade."





Ferreira Gullar
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!