É esse teu jeito de afagar os meus cabelos, como quem toca em estrelas, que me faz querer morar na ponta dos teus dedos pra sempre, bem dentro do teu cafuné.


Vanessa Leonardi

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!