Fala meu nome antes que eu retorne ao dia pleno, à semi-escuridão....






Adélia Prado
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!