domingo, 27 de abril de 2014

Surreal....


"Entre a minha boca e a tua, há tanto tempo, há tantos planos"



Engenheiros do Hawaii

terça-feira, 22 de abril de 2014


"Guarde segredo que te quero e conte só os seus pra mim, faça de mim o seu brinquedo, você é meu enredo, vem pra cá. 
Te quero, te espero, não vai passar o amor não falta estar. 
O mar de sol no leito do lar que nem um rio pode apagar, o amor é fogo e ferve queimando, estou ferido agora e sigo te amando, você pode acreditar! 
A mesma carta, o mesmo verbo, em sonho só viver pra ti. 
Quem tem a chave do mistério, não teme tanto o medo de amar, me cego, te enxergo, não vai passar o amor não tarda estar. 
Te quero, te espero, não vai passar, o amor não falta estar. 
Você pensa em mim, eu penso em você, eu tento dormir, você tenta esquecer, longe do seu ninho, meu andar caminho, deixo o óbvio faço os meus pés no chão, sou mais um na multidão."



Marisa Monte.

segunda-feira, 21 de abril de 2014



"Leve na sua memória para o resto de sua vida, as coisas boas que surgiram no meio das dificuldades. Elas serão uma prova de sua capacidade em vencer as provas e lhe darão confiança na presença divina, que nos auxilia em qualquer situação, em qualquer tempo, diante de qualquer obstáculo."


Chico Xavier.

terça-feira, 15 de abril de 2014

domingo, 13 de abril de 2014


Que Deus me dê forças pra enfrentar tudo sem cair e sabedoria para que eu tome as atitudes corretas e siga no caminho certo também. 
Que Deus esteja comigo a todo momento, e dessa forma.. qualquer problema se torna nada.

— Desconhecido

quinta-feira, 10 de abril de 2014



Bastava que ela me dissesse: vamos. E eu iria. Não sei para onde. Não imagino para onde. Mas iria. Feliz como nunca. Feliz como estou feliz sempre que estou com ela. Vamos, diria ela, nos meus sonhos mais utópicos. E eu iria. Mas não vou. Ela não diz. Ela não diz nada e eu vou aguentando esta sucessão de nadas que tento transformar em tudo. 
Amar é transformar uma sucessão de nadas em tudo.



Pedro Chagas Freitas

domingo, 6 de abril de 2014



A água não resiste. 
A água corre. 
Quando mergulhas nela a mão, só sentes uma carícia. 
A água não é uma muralha sólida, não te deterá. Mas a água vai sempre para onde quer ir, e nada, no fim, pode nada contra ela. 
A água é paciente. 
A água a pingar desgasta uma pedra. 
Lembra-te de que és metade água. 
Se não puderes passar através dum obstáculo, contorna-o. 
A água fá-lo.


Margaret Atwood

quinta-feira, 3 de abril de 2014


E como não dizer que essa calmaria no peito são as mãos de Deus sobre a minha cabeça?


Caio Fernando Abreu

terça-feira, 1 de abril de 2014


(...) 
O céu está vazio.
Há anos que amo este homem.
Um homem a quem ainda não dei nome.
Um homem que amo.
Um homem que me abandonará.
O resto, diante, atrás de mim, antes e depois de mim, é-me indiferente.
Amo-te.
(…)


Marguerite Duras

**Enquanto isso, leio!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VaZiOs