Mal. 

Todo o dia angustiado, todo o dia tremendo de frio. 

Todo o dia pareceu um século, um pesadelo.

Todo o dia uma tempestade me desassossegou, todo o dia me senti mal, uma espécie de dor que não começa nem acaba, persiste intensa, contínua, por todo o corpo.



Al Berto
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!