Meu coração bate sem saber
que meu peito é uma porta que ninguém vai atender




Arnaldo Antunes
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!