"Se os frutos produzidos pela terra ainda não são
Tão doces e polpudos quanto as pêras da tua ilusão
Amarra o teu arado a uma estrela e os tempos darão."


[Gilberto Gil]
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!