Quais são para ti as coisas mais belas do mundo? 
São as coisas de verdade, como tanto quanto se vê e toca? 
Ou as coisas invisíveis, aquelas que pensamos, sentimos e sonhamos?

Valter Hugo Mãe:
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!