terça-feira, 26 de agosto de 2014


Não importa o gosto ácido que vai fermentando na boca enquanto a vida passa e você vai lentamente se transformando em mulher, e perdendo aquela sensibilidade de flor e o sorriso de veraneio. 
E sempre diz que só a ausência de medo nos aproxima do amor...







Gabito Nunes
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...