"Talvez minha voz seja um pano; sim, um pano que limpa o tempo."






— Mia Couto,
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!