no silêncio uma catedral, um templo em mim...


solidão, quem pode evitar... sonha e deságua dentro de mim...
se eu disser 'que foi por amor', não vou mentir pra mim, 
se eu disser 'deixa pra depois' não foi sempre assim... 


Trecho de Catedral 
#nesse momento, na voz de Zélia Duncan 


#amo #amo #amo

Obrigada Deus por Tudo!!!!
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!