Os fortes não choram. Vomitam,


Eu detesto ter pena de mim. Detesto também que os outros se compadeçam. Cada um tem a sua vida. Minha escolha, meu escolho. Não quero a compaixão da mulher que me escreve. A pena é uma forma de desprezo. Sei-me forte para enfrentar os meus riscos. 
Os fortes não choram. Vomitam.




Helena Parente Cunha,
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!