A água não resiste. 
A água corre. 
Quando mergulhas nela a mão, só sentes uma carícia. 
A água não é uma muralha sólida, não te deterá. Mas a água vai sempre para onde quer ir, e nada, no fim, pode nada contra ela. 
A água é paciente. 
A água a pingar desgasta uma pedra. 
Lembra-te de que és metade água. 
Se não puderes passar através dum obstáculo, contorna-o. 
A água fá-lo.


Margaret Atwood
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!