"Se amarem alguém, digam que amam. 
Partilhem o vosso conforto por saber que aquela vida e a vossa vida têm um lugar de encontro. 
Digam a vossa gratidão. 
O vosso contentamento. 
A festa que acontece dentro de vocês de todas as vezes que se lembram que aquela pessoa existe. 
E se for muito difícil dizer com palavras, digam de outras maneiras que também possam ser ouvidas. Preparem surpresas. 
Bordem delicadezas no tecido às vezes áspero das horas. 
Reinaugurem gestos de companheirismo. 
Mas, não deixem para depois. 
Depois é um tempo sempre duvidoso. depois é distante daqui. 
Depois é sei lá…"


Autor Desconhecido, 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!