Nossos beijos são feitos de olhos.


OlhOs que se cruzam.
Que se batem.
AcAriciAm-se.
Que engolem alma por alma.
Não em um romper de línguas, mas no encontrar das retinas.


G.Schardosim.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!