domingo, 29 de setembro de 2013


Queima tudo, incendeia-me mais.
Beija os vastos desertos da minha combustão.
Não digas nada.
Ao crepúsculo, conduz-me ao redil,
faz soar os guizos,
canta junto ao moinho de vento.





José Agostinho Baptista
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

l i n d a