Apenas se olharam.
 Olharem-se era a casa de ambos.




José Saramago
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!