domingo, 9 de junho de 2013


amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa

amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.

 -

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...