suspiros?



"É tempo. 
É tempo de ainda ires a tempo. 
(...) 
Porque o tempo, se não sabes deverias saber, apenas se mede em suspiros. 
Há quanto tempo deste o teu último?


Pedro Freitas
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!