Longe,


Longe,

Seu coração bate por mim;
E a sua mão desenha aquele afago
Que me sossega inteiro...

Longe,
...
A verdade serena do seu rosto
É que faz este dia verdadeiro...



MIGUEL TORGA
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!