Deixei que fosse embora,

Deixei que fosse embora, achando que era pouco. 

Pequena gota d’água.
Deixei que fosse embora, sem saber que eu secaria com o tempo...

Que viraria deserto. 



Eduardo Baszcyn
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!