Quero todo o teu espaço, e todo o teu tempo.

Quero todas as tuas horas, e todos os teus beijos. 

Quero toda a tua noite, e todo o teu silêncio.



Mário Quintana
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!