penso, re-penso, tri-penso



Pior que o esquecimento era a suspeita
de que o inverno em mim amarelecera
toda a razão de ser da primavera.



David Mourão-Ferreira
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!