Estrelas, aragem do sagrado....




As coisas assim a gente não perde nem abarca. 

Cabem é no brilho da noite. 

Aragem do sagrado. 

Absolutas estrelas.



Guimarães Rosa
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!