quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Quando o coração vira deserto....


Sei que nunca mais encontrarei coisa nenhuma nem ninguém que me inspire paixão. 
Sabes? 
Pôr-se uma pessoa a amar alguém não é tarefa fácil. 
É preciso ter uma energia, uma generosidade... 
É preciso uma cegueira... 
Há até um momento, logo ao princípio, em que se tem de saltar por cima de um precipício: quem reflete não salta.

 E eu sei que nunca mais saltarei.






Jean-Paul Sartre
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...