"A criança olha
para o céu azul.
Levanta a mãozinha.
Quer tocar o céu. Não sente a criança
Que o céu é ilusão:
Crê que não o alcança,
Quando o tem na mão."


Manuel Bandeira
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!