(...) 

Me SORRI um Sorriso pontual 

E me beija com a boca de hortelã.





Chico Buarque.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!