me beija com calma e fundo, até minh’alma se sentir beijada



Chico Buarque 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!