De repente ouvi teu nome.
E quase que imediatamente te procurei a minha volta.
Não te encontrei, mas me dei conta de que eu estava sorrindo.



Caio Abreu de Abreu 

1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!