domingo, 30 de setembro de 2012

As essências....


"As essências habitam águas limpas."


Kha tembe
Só a rajada de vento
dá o som lírico
às pás do moinho.

Somente as coisas tocadas
pelo amor das outras
têm voz.


Fiama Hasse Pais Brandão

domingo, 23 de setembro de 2012


...são dias longos de silêncio,

desejar é o avesso da falta.

o que desejas, corpo meu,

se ele não está?




Silvia Chueire

"Entre as flores há um jarro de vinho.
Sou o único a beber: não tenho aqui nenhum amigo.
Levanto a minha taça, oferecendo-a à lua:
com ela e a minha sombra, já somos três pessoas.
Mas a lua não bebe, e minha sombra imita o que faço.
A sombra e a lua, companheiras casuais,
divertem-se comigo, na primavera.
Quando canto, a lua vacila.
Quando danço, a minha sombra se agita em redor.
Antes de embriagados, todos se divertem juntos.
Depois, cada um vai para a sua casa.
Mas eu fico ligado a esses companheiros insensíveis:
nossos encontros são na Via Láctea."



Li Po

sábado, 22 de setembro de 2012

Diante do Mar!!!



"sabe-se que
diante do mar
todos os caminhos levam ao silêncio"


Luís Felício

circunda-me (...) de seda
circunda-me e repousa
meu amor
o silêncio da noite que te ofereço é nupcial
um redondo lilás com travo
a uvas de seda



Kha Tembe

música é vida interior,

e quem tem vida interior jamais padecerá de solidão



Artur da Távola

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

PRECE


Senhor, que és o céu e a terra, que és a vida e a morte!

O sol és tu e a lua és tu e o vento és tu!

Tu és os nossos corpos e as nossas almas e o nosso amor és tu também.

Onde nada está tu habitas e onde tudo está - (o teu templo) - eis o teu corpo. 


Dá-me alma para te servir e alma para te amar. Dá-me vista para te ver sempre no céu e na terra, ouvidos para te ouvir no vento e no mar, e mãos para trabalhar em teu nome. 


Torna-me puro como a água e alto como o céu. Que não haja lama nas estradas dos meus pensamentos nem folhas mortas nas lagoas dos meus propósitos. Faze com que eu saiba amar os outros como irmãos e servir-te como a um pai. 

[...] 


Minha vida seja digna da tua presença. Meu corpo seja digno da terra, tua cama. Minha alma possa aparecer diante de ti como um filho que volta ao lar. 


Torna-me grande como o Sol, para que eu te possa adorar em mim; e torna-me puro como a lua, para que eu te possa rezar em mim; e torna-me claro como o dia para que eu te possa ver sempre em mim e rezar-te e adorar-te. 


Senhor, protege-me e ampara-me. 

Dá-me que eu me sinta teu.

Senhor, livra-me de mim. 





Fernando Pessoa



**Amém!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012


AchO qUE mE pErdI nUmA ExcUrsãO qUE fIz nA tUA cErtEzA E nA cOntrAdIçãO. 



O Teatro Mágico.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Escuto o perfume dos rios. Sei que a voz das águas tem sotaque azul....


Deus disse: Vou ajeitar a você um dom: Vou pertencer você para uma árvore. E pertenceu-me. Escuto o perfume dos rios. Sei que a voz das águas tem sotaque azul. Sei botar cílio nos silêncios. Para encontrar o azul eu uso pássaros. Só não desejo cair em sensatez. Não quero a boa razão das coisas. Quero o feitiço das palavras.


Manoel de Barros

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Oh! Metade arrancada de mim...!


...tu, 
aquele que mora na noite do meu pensamento destroçado




Inês Pedrosa

Dignidade de ser!


"Dignidade é quando a solidão de ter escolhido ser, tão exatamente quanto possível, aquilo que se é e dói muito menos do que ter escolhido a falsa solidão de ser o que não se é, apenas para não sofrer a rejeição tristíssima dos outros."



Caio F. de Abreu

domingo, 16 de setembro de 2012

Ecos,



"Escuto de volta o eco das coisas que não falei"



Claudia Nina 


eu toco-me e pronuncio o teu nome
e enquanto ardo prometes sempre que voltas.
Não tenho a certeza, meu amor.
O mundo é um animal ofegante cujo hálito contém a perdição das rosas. 
(...)



José Agostinho Baptista

Pausa!




Tem paciência com tudo não resolvido em teu coração e tenta amar as perguntas em ti, como se fossem quartos trancados ou livros escritos em idioma estrangeiro. não pesquises em busca de respostas que não te podem ser dadas, porque tu não as podes viver, e trata-se de viver tudo. Vive as grandes perguntas agora. Talvez, num dia longínquo, sem o perceberes, te familiarizes com a resposta.




Rainer Maria Rilke

Eu quero morar no mar, talvez eu possa me encontrar...


Por isso eu digo que eu não sou daqui: eu não consigo me adaptar. Tanta conversa furada, tanta pressa por nada. Milhares de olhares julgando todo mundo, a energia negativa predomina em quase tudo. Eu não quero viver pensando no pior. E quando eu digo que eu não sou daqui, eu não estou tentando ignorar os problemas que estão em minha volta, e nem tentando do peso me livrar. Mas estive pensando em viajar (…) Respirar um novo ar. (…) Não quero parar de viajar e de conhecer as pessoas. Eu quero morar no mar, talvez eu possa me encontrar...



Igor Manauê

sábado, 15 de setembro de 2012

Houve uma criança em mim que amava o teu corpo...



Houve uma criança em mim que amava o teu corpo e nele se escondia para estar só e ausente.
E sabia então que a tua luz crua e firme calava a ira e ofuscava a discórdia que viviam outrora no interior dos quartos
Hoje, assim contigo, face a face, fecho as pálpebras e apenas com o tato te sinto e reconheço.



Fiama Hasse Pais Brandão

Acredite nas pessoas...


Acredite nas pessoas... Naquelas que possuem algo mais... Aquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes... Falo daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras, tecendo elogios, que pedem desculpas com a simplicidade de uma criança... Pessoas firmes... verdadeiras, transparentes, amigas, ingênuas... que com um sorriso, um beijo, um abraço, uma palavra que faz feliz... aquelas que erram... acertam... não tem vergonha de dizer não sei... aquelas que sonham... aquelas amigas... aquelas que passam pela vida deixando sua marca, saudades, aquelas que fazem a diferença... aquelas que vivem intensamente...!!!



Élida Lima

Obrigada a quem faz a diferença no meu caminho!

"É muito mais difícil matar um fantasma do que uma realidade."



Virginia Woolf

sexta-feira, 14 de setembro de 2012



a pele é o meu único limite
atravessa-a
onde a luz é mais forte
não feches lá fora o mundo
nem a mim cá dentro


Pia Tafdrup

este é tempo de divisas


este é tempo de partido,
tempo de homens partidos.[...]
este é tempo de divisas,
tempo de gente cortada.
de mãos viajando sem braços,
obscenos gestos avulsos.



Carlos Drummond de Andrade

quarta-feira, 12 de setembro de 2012


Quantos Séculos.
 Igual à noite, o coração. 
Quantos séculos de obstinada gota contra a rocha? 



Carlos Nejar

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Porque eu cheguei e é tempo de me veres... Olha-me com a alma!


Sacode as nuvens que te poisam nos cabelos,

Sacode as aves que te levam o olhar.

Sacode os sonhos mais pesados do que as pedras.

Porque eu cheguei e é tempo de me veres,

Mesmo que os meus gestos te trespassem

De solidão e tu caias em poeira,

Mesmo que a minha voz queime o ar que respiras

E os teus olhos nunca mais possam olhar.




Sophia de Mello Breyner Andresen

domingo, 9 de setembro de 2012

desenha-me!


espalha lume na ponta dos dedos e toca 
de leve aquilo que deve ser preservado 



Al Berto

Carente!!!


Tu, Senhor, que repartes os destinos:
Por que me deste o árido quinhão
De sonho, de tristeza e solidão? 




Helena Kolody

quando desaparecer
hei-de pedir à noite
que me consuma com ela
que me devaste a alma
não quero mais
quero desaparecer na noite
e só de noite consumir-me



António Gancho

Esvaziamentos...


Quando ela permitiu que as lágrimas não fossem mais suas prisioneiras, deixou-as correr de vez a desaguar no perdão. O peso de cada uma que não a permitia levantar sua cabeça e olhar para qualquer canto, tornou-se lembrança quase esquecida de ontem. Conseguiu caminhar. O sol a lhe aquecer era sua companhia. Era disso que precisava para reacender o coração. 



Guilherme Antunes

sábado, 8 de setembro de 2012



"Haverá ainda, no mundo, coisas tão simples e tão puras como a água bebida na concha das mãos."


Mário Quintana

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Fica comigo....


"Fica comigo este dia e esta noite e possuirás a origem de todos os poemas..."


Walt Whitman

tem um violão que é pras noites de lua...


nos finais de tarde,
aquieto-me com meus versos,
e em silêncio amo-te.



António Carlos Menezes


"Não me abandone, pediu para dentro, para o fundo, para longe, para cima, para fora, para todas as direções. 
E curvou a cabeça como quem reza."



Caio Fernando Abreu

Lindo Manoel!


'Tenho preguiça de ser sério'


Manoel de Barros


No armário do meu quarto
escondo de tempo e traça meu vestido
estampado em fundo preto.

É de seda macia desenhada em campânulas
vermelhas à ponta de longas hastes delicadas.
Eu o quis com paixão e o vesti como um rito,
meu vestido de amante.

Ficou meu cheiro nele, meu sonho, meu corpo ido.
É só tocá-lo, volatiza-se a memória guardada:
eu estou no cinema e deixo que segurem minha mão.
De tempo e traça meu vestido me guarda.



Adélia Prado

quinta-feira, 6 de setembro de 2012


Só quando te beijo sinto o nome do teu corpo.

Um dia parto sem ti e morrerei.




António Gancho,

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Entrega!



Quando a amada oferece
o seu corpo, ela sabe
que dos frutos apenas
se colhe o sabor.
É então
que os dedos
separam as películas,
que a lâmina desce e a água
e o fogo se misturam.



Albano Martins

noite fria...



no cortejo das sombras,
incapaz de te encontrar,
tão irreal que és,
como uma manhã de inverno
ou uma rua deserta,
no cortejo das sombras
distingo
o pavor de te desconhecer


Luís Quintais

lembro-me...


...lembro-me da minha mão
pousada sobre a tua
e esse instante está debaixo
da palavra solidão...



José Luís Peixoto

Só porque viver não é relatável.

Viver não é vivível.

Terei que criar a vida.

E sem mentir.

Criar sim, mentir não.

Criar não é imaginação, é correr o grande risco de se ter a realidade.


Clarice Lispector

domingo, 2 de setembro de 2012


O mistério começa do joelho para cima.

O mistério começa do umbigo para baixo e nunca termina.

Você é meu norte quando estou perdido ...

Meu porto seguro, onde meu coração sempre joga sua âncora!



Affonso Romano de Sant'Anna

"Em certos dias, nem sabemos porquê 
sentimo-nos estranhamente perto 
daquelas coisas que buscamos muito 
e continuam,no entanto, perdidas 
dentro da nossa casa"



José Tolentino de Mendonça


E receber o telefonema de um amigo, e a comunicação de vozes e alma ser perfeita
Quando se desliga: que prazer dos outros existirem e de a gente se encontrar nos outros. Eu me encontro nos outros



Clarice Lispector


**Grata pelas pessoas que tem feito parte desse novo momento!

nu de ti como as árvores das estrelas




Pedro Sena-Lino

sábado, 1 de setembro de 2012


É nos teus olhos que o mundo inteiro cabe,

mesmo quando as suas voltas me levam para longe de ti;

e se outras voltas me fazem ver nos teus

os meus olhos, não é porque o mundo parou, mas 

porque esse breve olhar nos fez imaginar que

só nós é que o fazemos andar.




Nuno Júdice
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VaZiOs