STRIP-TEASE



Jamais eu ficaria quieto

sob o teu olhar;

que muito menos quietos,

no direito de ir e vir,

sobre o teu corpo,

seriam os meus olhos lívidos.

Porque sobre mim,

bastam os sons

dos teus vestidos:

já me desvestem a alma.


Soares Francisco, 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!