'eletricidade'...


venho dormir junto de ti
e o meu corpo é uma coisa diferente
do que se vê ou toca ou sente; 

(...)


António Franco Alexandre,
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!